sexta-feira, 25 de setembro de 2009

UMA VIDA SOFRIDA

DEMOLIDOR

O herói mais cult da Marvel Comics completa 45 anos de quedas, percalços e tragédias em nome das boas histórias (e da revelação de talentos bombásticos!)

Por Bernardo Santana



Um entre muitos (1964-1969)

O início da trajetória do Demolidor pressagiava pouco do futuro brilhantismo a permear suas histórias. A primeira Daredevil chegou ao mercado em abril de 1964, cortesia do onipresente Stan Lee e do artista Bill Everett. Diz-se que Jack "O Rei" Kirby também participou da criação do herói, colaborando com o design do primeiro uniforme amarelo, preto e vermelho e de seu indefectível bastão.
Os cinco primeiros anos de histórias do Demolidor, no entanto, serviram mais para estabelecê-lo como um herói-padrão Marvel do que qualquer coisa. As tramas giravam em torno da vida pessoal do advogado cego-porém-dotado-de-sentidos-aguçados Matthew Murdock e seus amigos, Karen Page e Foggy Nelson. Foi durante esse início que o desenhista Gene Colan assumiu as rédeas da arte no título (logo após a breve passagem de John Romita pela revista), em um dos períodos mais longos que alguém passou no cargo: sete anos.
Outro acontecimento importante, e que afetou as histórias do herói para sempre, foi a revelação de sua identidade secreta para sua namorada na época, Karen Page. Um péssimo hábito, que mais tarde seria explorado por roteiristas de talento, mas sem nenhuma piedade.



FONTE: WIZMANIA # 11 - MARÇO DE 2009