domingo, 13 de setembro de 2009

DOSSIÊ
DRUMMOND


Geneton Moraes Neto

Copyright © 2007 by Geneton Moraes Neto
(1994)


Todos os direitos reservados à
Editora Globo S.A.
2a. Edição rev. e ampl: 2007

DOSSIÊ DRUMMOND: UMA SOBERBA REPORTAGEM

Dono de um texto fluente, claro e objetivo, Geneton Moraes Neto é um desses profissionais que qualquer editor gostaria de ter preso na redação, na ingrata e frustante condição de copy-desk - reescrevedor e enxugador de matérias que chegam ao jornal "in natura", com suas gorduras prescindíveis e atropelada construção. Um outro editor mais afortunado já conseguiu eventualmente fisgar Geneton, imobilizando-o na redação e dando-lhe tarefas que repugnam à sua condição de repórter, o que de fato ele é. Mas logo ele dá um jeito de escapar do mundo confinado da redação e ganhar a rua e seu amplo e imensurável universo povoado de fatos, gentes e falas - em suma, de tudo isso que é a notícia, da qual o grande repórter, como é o caso de Geneton, é ao mesmo tempo servidor incondicional e crente convicto.

A condição de repórter em Geneton é imbatível, é nele uma segunda natureza e, como profissional, a própria razão de ser. Disto estou tão convicto (afinal, já trabalhamos juntos e o conheço muito bem, a pessoa e o profissional) que se por acaso me perguntassem qual é hoje em nossos meios de comunicação a cara da reportagem, eu não vacilaria em responder: Geneton Moraes Neto. Ele tem aquelas duas qualidades que o lendário Herbert Mathews apontava como essenciais num repórter: a humildade e a paciência. No trato com a notícia, que ele respeita e trata com unção, Geneton é impecável. Nada de brincar com ela, "enriquecê-la" por conta própria ou simplesmente deformá-la.

O Dossiê Drummond não é mais que uma grande, uma soberba reportagem. Em páginas repletas de depoimentos, revelações e acurado estudo do homem e do poeta, a notícia "Drummond" é tratada neste livro em toda a sua extensão e em toda a sua exatidão. Com este Dossiê Drummond, acredito que Geneton chegou ao ponto máximo de sua carreira de repórter - dos maiores que o Brasil já conheceu.

Joel Silveira
Repórter, ex-correspondente de guerra na Itália

(469 págs.)