domingo, 27 de setembro de 2009

SURGE O JOVEM PARCEIRO

DOSSIÊ CAPITÃO AMÉRICA - ANOS 40

Nos anos 40, super-herói que se prezasse tinha um parceiro adolescente. Batman tinha Robin; Escudo tinha Bob e o Capitão América tinha Bucky, que estreou logo na primeira aventura do herói. Corajoso, inteligente e de raciocínio rápido, o órfão James Barnes era o mascote do quartel em que Rogers servia. Acidentalmente, o garoto flagrou o Capitão América sem máscara, mas ao invés de repreendê-lo, o herói decidiu adotá-lo como parceiro de aventuras.

Submetido a um treinamento intensivo, Bucky vencia adversários maiores e mais fortes que ele. Tudo um tanto ingênuo, mas a aventura e o mistério estavam lá e era isso o que importava para os leitores. E ao contrário do Capitão, volta e meia o garoto era visto com uma metralhadora, o que devia facilitar as missões.

Em 1941, a Timely lançou o Capitão América e seu companheiro em outras duas revistas: All-Winners Comics e Young Allies, esta última com Bucky e Centelha (o parceiro do Tocha Humana) liderando uma gangue de heróis jovens (chamados de Os Garotos no Brasil). Young Allies foi a primeira revista a reunir heróis jovens, fórmula que Kirby mais tarde levaria para a DC.


FONTE: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 17 - JULHO/AGOSTO 2009