domingo, 27 de setembro de 2009

HERÓI INVENCÍVEL

DOSSIÊ HOMEM DE FERRO

Depois de 45 anos de existência, o Homem de Ferro chega ao seu auge: ganhou um longa-metragem, venceu a Guerra Civil e mantém duas revistas mensais nos EUA. Conheça sua origem

Por Antônio Santos


As inspirações para o Homem de Ferro - o milionário Tony Stark, que combate o crime com sua armadura super sofisticada - datam dos primórdios da ficção científica. Inventores aventureiros e ricos foram base de muitas aventuras criadas por HG Wells, Julio Verne e outros mestres da ficção, e apareciam com frequência nos pulps, os baratos livros de aventura que antecederam os quadrinhos de super-heróis. Mas o conceito mais marcante do Homem de Ferro - seu moderno traje - é mais recente. Os primeiros exoesqueletos de combate foram descritos na série Lensmen, de E.E. Smith, em 1937. Esses livros mostravam as aventuras de patrulheiros espaciais contra seus inimigos cósmicos, em confrontos que estabeleceram muitas ideias básicas da ficção científica. Uma curiosidade é que essa série também foi a inspiração para a Tropa dos Lanternas Verdes, da DC, e para os filmes Star Wars.


As armaduras ganharam maior notoriedade com o livro Tropas Estelares, de Robert A. Heinlein. Publicado em 1959, ele conta a história de uma futura sociedade humana, altamente militarizada, que combate uma raça de insetos alienígenas. Os soldados de Tropas Estelares usam armaduras especiais que ampliam seu poder de fogo e resistência, colocando-os em pé de igualdade com os insetões. A influência dessa versão das armaduras pode ser vista até hoje em livros, filmes e games. Tropas Estelares já foi adaptado para os animes, para uma série animada norte-americana e, com maior destaque, para um filme de 1997, em que a história sofreu mudanças e as armaduras foram excluídas da narrativa.
Nos quadrinhos, o primeiro precursor do Homem de Ferro foi criado pela extinta Quality Comics. Hugh Hazzard and his Iron Man foi publicada pela primeira vez em Smash Comics 1 de 1939. Na história, o detetive Hugh Hazzard enfrenta o cientista Dr. Van Thorp, que planeja usar seu robô Bozo para cometer vários crimes. Mas Hugh consegue reprogramar o autômato e derrotar o vilão. Ele passa a usar Bozo para combater o crime, tanto por controle remoto quanto comandando o robô por dentro, já que é possível entrar nele e assumir o comando. Atualmente, os direitos do personagem pertencem à DC Comics, mas a editora nunca o usou.


E além dessas influências ficcionais, existe uma bem real: Howard Hughes, o extravagante industrial, aviador e produtor cinematográfico que serviu de base para o visual e o comportamento de Tony Stark. Hughes era um dos industriais mais ricos do mundo e um reconhecido mulherengo - teve casos com musas com Ava Garner, Katherine Hepburn e Bette Davis. Uma galeria de conquistas amorosas desse porte - além de inimigos e aliados, é claro - também é constante nas HQs do Homem de Ferro.

Howard Hughes

Ava Garner

Katherine Hepburn

Bette Davis



FONTE: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 10 - MAIO/JUNHO 2008