terça-feira, 1 de setembro de 2009

2000 AD E UM EMPURRÃO DE ALAN MOORE





Por volta dos 20 anos de idade, Gaiman começou a trabalhar como jornalista para várias revistas inglesas. Sua função era criar resenhas de livros e quadrinhos, além de entrevistar escritores e músicos. Mesmo provisoriamente distante dos comics, ele continuou interessado no assunto e começou com algumas investidas para entrar no mercado.
Sua primeira experiência em escrever um roteiro de HQ ocorreu quando conheceu o roteirista Alan Moore que, em começo de carreira, vinha alcançando sucesso com seu trabalho na revista inglesa 2000 AD. Moore mostrou a Gaiman como escrever roteiros e deu dicas e sugestões de como melhorá-los. Por influência de Moore, em 1986, Gaiman conseguiu a chance de roteirizar algumas HQs curtas para as edições 488, 489, 536 e 538 da 2000 AD na linha chamada Future Shocks, marcada por finais-surpresa. Também escreveu uma história em prosa, para um anual do personagem mais importante da revista, o Juiz Dredd.
Mais tarde, o escritor diria que o trabalho na 2000 AD não foi uma boa experiência devido à falta de respeito dos editores. Entre outras mancadas, um de seus roteiros foi ilustrado por um italiano que não compreendia o inglês e acabou desenhando coisas que não estavam na história. Para remediar, os editores mudaram o texto de forma que encaixasse com os desenhos e o resultado ficou bem diferente do que Gaiman planejou.


FONTE: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 11 - JULHO/AGOSTO 2008