terça-feira, 8 de setembro de 2009

Um início MODESTO


Antes de criar o universo Marvel, Lee trabalhou com quadrinhos por mais de duas décadas, infelizmente sem grande destaque

Por Eduardo Marchiori

INFÂNCIA

Stanley Martin Lieber nasceu em um apartamento em New York, no dia 28 de dezembro de 1922, filho de Jack Lieber e Celia Solomon Lieber, um casal de imigrantes romenos.
Seu pai trabalhava como cortador numa fábrica de vestidos da cidade, mas tudo mudou em 1929, quando a Grande Depressão derrubou a Bolsa de Valores e o desemprego deu um salto. Como só conseguia trabalhos esporádicos, a família se mudou para um bairro residencial nas proximidades de Washington Heights, em Manhattan.

Lee era um aluno exemplar. Embora fosse o mais novo de sua sala, tirava excelentes notas e adorava contos de mistério e aventura. Entre seus autores favoritos estavam H.G. Wells, Arthur Conan Doyle e Mark Twain, além das tiras de jornal de Dick Tracy e The Katzenjammer Kids, conhecidos no Brasil como os Sobrinhos do Capitão. Quando Lee tinha nove anos, sua mãe engravidou novamente. Meses depois, nasceu Larry Lieber, o irmão com quem trabalharia nos anos 60 nas primeiras histórias do Homem de Ferro e de Thor.

Com mais uma criança na família, as dificuldades financeiras aumentaram e o pequeno Lee foi obrigado a trabalhar para ajudar no orçamento. Como já tinha demonstrado talento para escrever, o jovem resolveu se inscrever em concursos literários promovidos por um jornal local. Ganhou tantas vezes que os organizadores mudaram as regras da competição para proibir sua participação.

Stan Lee em 1968

Fonte:
MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 14 (JANEIRO/FEVEREIRO 2009)