quinta-feira, 3 de junho de 2010

O maior dos Lanternas

Hal Jordan passou por profundas mudanças nas últimas décadas. Mas nunca perdeu o prestígio


Criado no final dos anos 1950, Hal Jordan foi o segundo Lanterna Verde dos quadrinhos e surgiu como parte de uma reformulação do editor Julius Schwartz em recriar os heróis da Era de Ouro sob a ótica da ficção científica. A origem do herói foi levemente modificada em duas ocasiões: na década de 1980, após a saga Crise nas Infinitas Terras, e em 2008, num arco recém-publicado no Brasil. A essência, porém, permaneceu a mesma.
Na trama, Hal Jordan era um piloto de provas rebelde que teve a vida transformada quando a nave de Abin Sur, o Lanterna Verde responsável por patrulhar o setor espacial 2814, onde se encontra a Terra, caiu em nosso planeta. Antes de morrer, o alienígena ordenou a seu anel que encontrasse um humano honesto e destemido para subtituí-lo, Jordan foi carregado pela energia verde até o local do acidente e recebeu de Abin Sur o anel e uma série de instruções, como a fraqueza contra a cor amarela e a necessidade de recarregá-lo a cada 24 horas. Com exceção disso, o anel é a arma mais poderosa do universo, movida pela força de vontade do seu portador e limitada apenas pela imaginação.
Depois de passar por um treinamento em Oa, Jordan voltou para a Terra e teve o primeiro contato com Sinestro, então um destacado membro da Tropa. Pouco depois, ele descobriu que Sinestro havia se tornado o tirano de seu próprio planeta, Korugar, e o delatou para os Guardiões. Sinestro foi punido e, a partir daí, tornou-se o mais mortal inimigo de todos os Lanternas.


Jordan foi um dos fundadores da Liga da Justiça em 1960 ao lado de Flash, Aquaman, Mulher-Maravilha, Batman, Superman e Caçador de Marte. No início da década de 1970, embarcou numa viagem pelo interior da América na companhia do Arqueiro Verde, quando encarou problemas sociais como drogas, racismo e devastação do meio ambiente. Mesmo antes de assumir o posto de Lanterna Verde, Hal Jordan vivia uma relação conflituosa com Carol Ferris, a presidente da Ferris Aeronáutica. A vida de super-herói complicou ainda mais o relacionamento, principalmente quando Carol sentiu-se atraída pelo Lanterna Verde e deu origem a um curioso triângulo amoroso. No início dos anos 1980, Jordan abandonou a Tropa para casar-se com Carol, mas seus planos foram frustados pelas Zamoranas, que transformaram a jovem na vilã Safira Estrela. Ele voltou a integrar a Tropa no final da saga Crise nas Infinitas Terras.
Nos anos seguintes, o Lanterna sofreu muitas mudanças. Quando sua cidade natal, Coast City, foi destruída pelo alienígena Mongul e os Guardiões impediram Hal de reconstruí-la, ele enlouqueceu, exterminou toda a Tropa, destruiu Oa e se tornou no maléfico Parallax. Mais tarde, foi revelado que Parallax era um ser milenar que habitava o interior da Bateria Central de Oa e que se aproveitou do sofrimento de Hal para dominar sua mente.
Como Parallax, Jordan tentou recriar o universo na série Zero Hora (1993) e causou a morte de vários heróis. Mesmo com sua visão distorcida, Parallax frequentemente deixava transparecer a essência íntegra de Hal Jordan. Numa de suas tentativas de corrigir o mundo, ele ressuscitou o Arqueiro Verde, morto anos antes ao impedir um atentado terrorista. A maior prova de sua bondade ficou demonstrada na saga A Noite Final (1996), quando uma entidade alienígena conhecida como Devorador de Sóis ameaçou destruir toda a vida em nosso sistema solar. Num sacrifício final, Parallax viajou até o Sol e drenou a energia negra da entidade, morrendo na explosão.
Em 1999, Hal Jordan voltou às HQs na minissérie Dia do Julgamento, como o Espectro, um antigo herói que encarna o Espírito da Vingança. Com a ajuda do Espectro original (Jim Corrigan), o anjo rebelde Asmodel quis dominar o Espírito da Vingança e destruir toda a vida do nosso planeta. Em busca da redenção dos pecados de Parallax, a alma de Hal Jordan enfrentou Asmodel e se tornou o novo Espectro.
Sua identidade de Lanterna Verde só foi restabelecida em 2004, na minissérie Renascimento, quando a entidade Parallax mais uma vez tentou dominá-lo e controlar o Espírito da Vingança. Jordan não só resistiu como também voltou a habitar seu próprio corpo, resgatado do Sol pelo Lanterna Kyle Rayner. Ele, então, comandou um ataque triunfante contra Parallax e reassumiu seu papel como o maior entre os Lanternas.
Visto no passado como fonte de inspiração para outros membros da Tropa, Hal foi recebido como um traidor e assassino quando foi reintegrado. O Lanterna da Terra precisou percorrer um longo caminho para reconquistar a confiança de seus companheiros, assumindo um importante papel nas últimas sagas envolvendo a Tropa nos quadrinhos, como a recente Guerra dos Anéis e A Noite mais Densa, maxissérie com estreia no Brasil prevista para os próximos meses.



FICHA TÉCNICA

Criação: John Broome
Primeira aparição: Showcase #22 (outubro de 1959)
Namoradas: Carol Ferris e Arísia
Principais inimigos: Sinestro, Safira Estrela, Parallax, Hector Hammond, Sonar e Doutor Polaris
Altura: 1,89m
Peso: 84Kg
Olhos: castanhos
Cabelos: castanhos

Por Jota Silvestre

Fonte:
Mundo dos SUPER-HERÓIS # 21
Abril/Maio de 2010
págs. 30 e 31