terça-feira, 3 de dezembro de 2013

REINO DO AMANHÃ, UM CLÁSSICO DA DC

Kingdom Come 1-A
Comic Book by DC
May 1996
"Strange Visitor"

Ross já havia mostrado o passado da Marvel e, agora, queria mostrar o futuro da DC. Após o sucesso de Marvels, o ilustrador procurou a DC com ideias para uma minissérie que retratasse uma realidade alternativa, na qual tragédias pessoais mudariam as vidas dos principais heróis da editora. O artista procurava um parceiro para roteirizar suas ideias e tentou trabalhar com James Robinson, autor dos elogiados A Era de Ouro e Starman, mas o roteirista não encontrou espaço em sua agenda. A DC sugeriu Mark Waid, um de seus melhores escritores, que logo sugeriu mudanças - no original de Ross, por exemplo, não havia a participação de Ajax e o Senhor Destino era um golfinho - e a dupla criou aquela que se tornaria uma das HQs mais idolatradas de todos os tempos.

Kingdom Come 4-A
Comic Book by DC
Aug 1996

Lançada em 1996, O Reino do Amanhã trazia um Superman desiludido recriando a Liga da Justiça para enfrentar os perigos representados por uma nova geração de heróis e pelas artimanhas de Lex Luthor. Sucesso de vendas, ovação da crítica e inúmeros prêmios se seguiram. Nos Estados Unidos, a editora Graphitti Designs lançou um estojo que encadernava a série original e trazia um livro de 100 páginas com os designs criados por Ross para a série.

O sucesso também fez com que fosse cogitada uma série regular, chamada O Reino, desenhada por Gene Ha (Top Ten) e com concepção de Waid e Ross, que exploraria os eventos que levaram ao Reino do Amanhã. O projeto foi cancelado devido a desavenças entre Ross, Waid e os editores.

Por Maurício Muniz

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS #8 - Janeiro/Fevereiro de 2008 - Editora Europa.