terça-feira, 10 de dezembro de 2013

OUTROS CAPITÃES AMÉRICA

Essas HQs dos anos 1950 futuramente criaram um problema na cronologia adotada pela Marvel, que havia estabelecido que o Capitão saiu da ativa em 1945. Para explicar as histórias dessa fase, os escritores criaram retcons - fatos extras no passado de um personagem - para mostrar que inúmeras pessoas assumiram a identidade do Capitão América após seu desaparecimento dias antes do final da Segunda Guerra.

Patriota (Jeffrey Mace)
Imagem: www.marvel616.com

Na trama, a pedido do presidente Truman, um segundo homem usou o uniforme do Capitão em 1945: era William Naslund, herói conhecido como Espírito de 76. A ideia era manter o moral do exército, que poderia ficar abatido ao saber da morte do Capitão América original. Naslund desempenhou bem sua tarefa mas morreu em 1946, combatendo o robô Adam II. O terceiro Capitão foi o herói Jeffrey Mace, anteriormente conhecido como Patriota. Ele agiu até 1949, quando se aposentou como super-herói. Mace morreu de câncer alguns anos atrás.

O quarto Capitão América - aquele que agiu durante os anos 1950 - foi um professor anônimo, que era tão fã do Capitão que descobriu sua identidade e fez operações plásticas para ficar parecido com Steve Rogers. Ele conseguiu uma versão do Soro do Supersoldado criada pelos nazistas e até arranjou um garoto, Jack Monroe, para agir como Bucky. Mas esse Capitão não sabia do segundo ingrediente do Soro: os Raios Vita. O uso do Soro sozinho transformou esse Capitão em um paranoico, mantido em animação suspensa pelo governo. Recentemente, ele foi descongelado pelo Caveira Vermelha e combateu o Capitão América atual, James Barnes.

Por Antônio Santos

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS #17 -  Julho/Agosto de 2009 - Editora Europa.