terça-feira, 3 de dezembro de 2013

GAROTAS DE AÇO

Superman (1939) 123-A
Comic Book by DC
Aug 1958
"The Girl of Steel"

Durante décadas, a DC investiu em criar um equivalente feminino ao Superman. A mais bem sucedida foi Kara Zor-El, a prima do Homem de Aço. Conheça suas principais versões

Por Benedito Nicolau

HQs precursoras

A edição 123 de Superman de 1958 apresentou uma história fundamental para a criação da Supergirl como personagem regular no universo do Homem de Aço. Nela, Jimmy Olsen usa um totem mágico para desejar uma "Super-Girl" para servir de companhia ao Superman, que ele achava triste e solitário sem uma companheira. Um ato nobre que causa vários problemas ao herói. Com essa história, a DC recebeu uma forte resposta do público para lançar um personagem fixo.


Outra história - Claire Kent, Alias Super-Sister - apresentava um cunho de igualdade entre os sexos em plena década de 50. A edição 78 da revista Superboy mostra o jovem herói transformado em garota por uma alienígena. Clark adota o nome de Claire Kent e afirma ser uma parente distante que veio morar um tempo com os Kents. Para continuar como super-herói, diz as pessoas em Smallville que é a irmã do Superboy e que trocaram de lugar por algum tempo.

Superboy (1949) 78-A
Comic Book by DC
Jan 1960

Os problemas de Clark começam quando os homens começam a ridicularizá-lo e a duvidar de sua capacidade por ser uma garota e ele tem que provar que é capaz, independente do sexo.

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS #5 - Junho/Julho de 2007 - Editora Europa.