quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A DÉCADA DO SUCESSO

Após uma bem-sucedida reformulação, os Titãs se tornaram o grupo mais popular da DC nos anos 80

Por André Morelli

UM NOVO COMEÇO

Em 1979, a pedido do amigo Len Wein, o roteirista Marv Wolfman trocou a Marvel Comics pela DC. Ao chegar na editora, ambos lembraram seu primeiro trabalho profissional, o número 18 de Teen Titans (1968), revista cancelada desde 1978. Daí surgiu a ideia de trazer os Titãs de volta, com Wein como editor e Wolfman nos roteiros. Juntou-se à equipe o desenhista George Pérez, um grande fã da Turma Titã original.

Teen Titans (1966) 18-A
Comic Book by DC
Dec 1968

Para não repetir os erros do passado foi adotada uma nova estratégia em que só os principais heróis clássicos - Robin, Kid Flash e Moça Maravilha - ficaram no grupo, ao lado dos novos, como Ciborg (Victor Stone, um jovem negro que teve partes do corpo substituídas por membros mecânicos), Estelar (Koriander, uma princesa alienígena com poderes baseados na energia solar) e a misteriosa Ravena (a filha de uma humana com um demônio). Completando a equipe, foi incluído o Rapaz-Fera (Garfield Logan), um garoto que podia se transformar em qualquer animal e já tinha feito aparições na antiga Turma Titã. Ravena e o Rapaz-Fera - que mudou seu nome para Mutano - foram sugestões de Wein, que queria um membro místico e outro mais jovem na equipe.

The New Teen Titans (1980) 1-A
Comic Book by DC
Nov 1980

O projeto agradou tanto aos diretores da DC que, para divulgar o novo título, foi criada uma história bônus da revista DC Comics Presents 26, de 1980. Um mês depois, chegava às bancas The New Teen Titans 1, que logo se tornou um sucesso, em histórias repletas de ação e grande carga emocional, graças às fortes caracterizações de Wolfman e à arte vibrante de Pérez.

DC Comics Presents (1978) 26-A
Comic Book by DC
Oct 1980

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 12 - Setembro/Outubro de 2008 - Editora Europa.