sábado, 21 de março de 2009

A palavra amor aplaca toda ira

Um padre da igreja de Copacabana aguardava pacientemente seu momento de comprar carne no supermercado, quando uma mulher tentou “furar” a fila.
Começou então um festival de agressões verbais dos outros fregueses, que a mulher respondia com igual veemência. Quando o clima estava insuportável, alguém gritou: “Ei, madame, Deus te ama”.
“Foi impressionante”, conta o padre. “Num momento em que todos pensavam em ódio, alguém falou de amor. Na mesma hora, a agitação desapareceu por encanto. A mulher se encaminhou para o seu lugar correto na fila e os fregueses se desculparam por reagirem tão agressivamente.”