terça-feira, 26 de novembro de 2013

O QUE ACONTECERIA SE O QUARTETO FANTÁSTICO NÃO TIVESSE ADQUIRIDO SUPERPODERES?

(What if vol. 1 #36; no Brasil, Superaventuras Marvel 96, Abril)

What If? 36-A
Comic Book by Marvel
Dec 1982
"What if the Fantastic Four had not Gained Their Powers?"

EQUIPE DE CRIAÇÃO: John Byrne (roteiro e arte)

A HISTÓRIA: O que define um grupo de heróis?

Será a habilidade para se esticarem, ficarem invisíveis, gritarem "Em chamas!" e... bem, você já entendeu onde queremos chegar. Essas questões candentes (perdoe o inevitável trocadilho) e suas respostas não são tão deprimentes quanto se possa pensar.

Escrita e ilustrada por John Byrne, esta história reimagina o gibi seminal Fantastic Four 1 (a primeira aventura do Quarteto Fantástico), criado por Lee e Kirby, com algumas diferenças de monta: a missão espacial exploratória de Reed é um completo sucesso e, como consequência, nenhum deles é bombardeado por raios cósmicos superpoderosos.

Você poderia pensar que essa mudança nos acontecimento levaria Reed, Sue, Johnny e Ben a um estilo de vida mais mundano, em que trabalhariam em horário comercial e sairiam para comer fora aos domingos, mas é aí que se engana!

Embora a vida para nossos quatro amigos tenha se tornado normal (e completamente custeada pelo governo, graças ao êxito de sua viagem espacial), isso não impede que o Toupeira solte sua fera subterrânea no mundo da superfície, como fez antes.

A família heroica forma, então, um esquadrão para investigar o horror subterrâneo. Desta vez, empregam armas laser para matar o monstro, em vez de usar seus poderes para feri-lo. Esta história não apenas mostra que o Toupeira continua o mesmo em qualquer realidade, mas também prova o quanto o Quarteto Fantástico pode ser dinâmico e eficiente como personagens e como equipe - com ou sem moléculas instáveis.

A abordagem de Byrne foge ao convencional, já que são poucas as histórias alternativas em que os personagens não morrem tragicamente ou o planeta não explode! Na verdade, esta aventura curta deixa o leitor com vontade de ver como seria uma versão alternativa de Fantastic Four 2.

Por Chris Ward

WIZARD BRASIL #17 - Fevereiro de 2005 - Panini Comics.