domingo, 3 de novembro de 2013

O QUE ACONTECERIA SE O CAPITÃO AMÉRICA TIVESSE SIDO REVIVIDO HOJE?

(What If vol. 1 # 44; no Brasil, Almanaque do Capitão América # 66, Abril)

What If? 44-A
Comic Book by Marvel
Apr 1984

"What If ... Captain America Were Revived Today?"
Cover Art by Bill Sienkiewicz

Equipe de criação: Peter B. Gillis (roteiro) e Sal Buscema (desenhos)

A história: Wolverine e Homem-Aranha podem ter mais popularidade, mas o Capitão América é o coração do Universo Marvel - e esta aventura alternativa prova isso.

Tomando como ponto de partida a revista americana Avengers vol. 1 # 4 (no Brasil, Os Vingadores 2, Bloch, Almanaque do Capitão América # 64 e Origens dos Super-Heróis Marvel # 1, Abril), a trama começa com Namor mudando seu curso sobre os mares árticos ao tentar se esquivar do Gigante, Homem de Ferro, Thor e Vespa, e assim jamais descobrindo o Capitão América aprisionado em animação suspensa próximo à calota polar.

Em vez disso, ele permanece no gelo, e os Vingadores - que nunca foram liderados pelo Sentinela da Liberdade, nem se beneficiaram de sua experiência - se desfazem depois de alguns meses. Os anos passam até que um misterioso zelador (sério!) liberta os substitutos do Capitão e de Bucky dos anos 50 (aprisionados por serem mentalmente instáveis) da animação suspensa, enquanto o verdadeiro herói continuava virando picolé.

O novo Capitão e seu parceiro passam a servir a uma facção ultradireitista e neoconservadora do governo que discrimina minorias, usa os militares para manter Nova Iorque sob controle e obriga todos os cidadãos americanos a usarem carteiras de identidade fornecidas pelo Estado para melhor controlá-los. Naturalmente, uma convulsão social toma conta do país e as minorias se revoltam.

O governo reage silenciando os jornais e confinando o Harlem (bairro negro de Nova Iorque) dentro de um enorme muro de pedra. Nesse momento, o verdadeiro Capitão América é encontrado por um submarino americano e é revivido.

Com seu amado país mais parecendo a Alemanha nazista que combateu na Segunda Guerra Mundial, o Capitão América se une a um bando de heróis (incluindo um Homem-Aranha guerrilheiro e Nick Fury) para dar fim ao plano maluco dos líderes do governo de implantar uma monarquia.

Mas o que temos quando misturamos dois Vingadores estrelados com uma visão disparatada do que a América poderia ser? Exatamente: o Capitão América em ação!

By Mike Cotton

Fonte: Wizard Brasil - Ano 2 - Número 17 - Panini Comics