sábado, 28 de fevereiro de 2009

TODD McFARLANE






















Nome: Todd Dean Mark McFarlane.
Data de nascimento: 16 de março de 1961.
Local de nascimento: Calgary, província de Alberta, Canadá.
Cidade onde mora: Portland, Oregon, Estados Unidos.

Preferências
Filmes: A Cor Púrpura, Beaches, Harry & Sally.
Comidas: Mexicana, brócoli, alcachofra.
Restaurantes: Qualquer restaurante que sirva comida mexicana, brócoli ou alcachofra.
Atletas e esportes: Wayne Gretzky, Nolan Ryan e, embora eu jogue beisebol, meu esporte favorito na TV é hóquei.
Profissionais de quadrinhos: Michael Golden, Frank Miller, o pessoal da Image.
Revista em quadrinhos: Quarteto Fantástico (não lembro o número) por Len Wein, George Pérez e Joe Sinnott.
Personagem de quadrinhos: Eu gostaria de desenhar uns oito ou nove personagens. Comecei tarde nos quadrinhos, aos 18 anos, por isso tenho mais de um preferido. Batman é um deles.
Personagem da Image: Bedrock, de Rob Liefeld.
Revista da Image: Savage Dragon, de Erik Larsen.
Revista na qual mais gostou de trabalhar: Geralmente, a última que fiz. Gosto de pensar que estou evoluindo com o passar dos anos.
Quais são as perguntas que mais fazem a você?
“Quanto você ganha?”. Todos os artistas vivem satisfatoriamente. Estou nos quadrinhos por diversão, não dinheiro. “De onde vêm as ideias para suas histórias?”. É como se eu fosse fazer um seminário sobre determinado assunto: escolho o tema e pesquiso muito. Só que história em quadrinhos precisa ser mais emocionante que seminários!
O que mais incomoda você?
Corretores de seguros e mau atendimento em hotéis, restaurantes, etc...

BiografiaTodd começou a desenhar histórias em quadrinhos aos 18 anos, pouco depois de começar a colecioná-las. Conseguiu seu primeiro trabalho com Steve Englehart, na revista Coyote 11 no selo Epic/Marvel. Mas isso foi só depois de enviar cerca de setecentas páginas de desenho para as mais diversas editoras: “Acabou dando certo!”.
Todd é capaz de fazer o esboço de uma página em vinte minutos. Ele prefere usar pouco o lápis, dando mais definição na arte-final. Conclui uma página em quatro horas de trabalho.
“Se não fossem os quadrinhos, eu estaria trabalhando numa gráfica ou seria designer”, diz ele. Suas realizações mais importantes estão fora do mundo das HQs: seu casamento com Wanda, e sua linda filhinha, Cyan. Profissionalmente, ele está feliz por fazer parte da Image.
As maiores influências de Todd são sua esposa, Rob Liefeld, Frank Miller, Wayne Gretzky e John Byrne. “Meu ponto forte é conseguir produzir uma boa revista”, ele diz. “Quero ser lembrado por ter feito quadrinhos de qualidade, mesmo não seguindo o caminho mais fácil, e também como alguém que lutou por seus colegas de profissão.”
Todd gostaria muito de, daqui a 20 anos, continuar revolucionando o sistema, mesmo que não seja nas HQs.

REVISTAS EM QUE TRABALHOU:


  • Coyote # 11 a 13 (Epic)
























  • Mini-série Invasão # 1 e 2 (DC)
  • Infinity Inc. (Corporação Infinito) # 14 a 37 (DC)
  • Detective Comics (Batman – Ano Dois) # 576 a 578 (DC)
  • Incredible Hulk # 330 a 346 (Marvel)
  • Amazing Spider-Man (Homem-Aranha) # 298 a 323, 324 (apenas a capa), 325, 328 (Marvel)
  • Spider-Man (Homem-Aranha) # 1 a 14, 16 (Marvel)

  • Todd começou obscuramente nas revistas Coyote e Corporação Infinito, e na mini-série Invasão. Como entregava material de qualidade no prazo, conseguiu ser contratado para desenhar o Incrível Hulk. Segundo os leitores, a melhor edição que Todd desenhou foi Incredible Hulk 340 (Hulk 97 da Abril Jovem), onde o Golias Cinza enfrenta Wolverine. Foi aí que ele começou a chamar a atenção. Em seguida, Todd partiu para Amazing Spider-Man, onde se consagrou na sequência em que o Homem-Aranha combate Venom (publicada na revista Homem-Aranha da Abril Jovem em 1992). Em 1990, produziu Homem-Aranha: Tormento (lançado pela Abril Jovem em 1991), até então o maior sucesso de vendas do mercado americano. Seu recorde foi quebrado pouco depois por Rob Liefeld (estréia da X-Force) e Jim Lee (mini-série X-Men de luxo editada pela Abril Jovem em 1995). Liedeld e Lee são hoje seus colegas de Image Comics. A popularidade de Todd pode ser medida pelo fato de que continuou sendo o desenhista mais badalado entre os leitores mesmo depois de sua saída da Marvel.






















    Conselhos para artistas iniciantes:Tenha sempre um objetivo ao desenhar. A repetição é entediante, mas necessária para a evolução. Seja honesto consigo mesmo ao avaliar seu trabalho. Peça a opinião de pessoas que já trabalham com quadrinhos e de ninguém mais.

    Mensagem para os fãs:
    Eu gostaria de apertar a mão de todos e agradecer por possibilitarem minha carreira. Não importa o que nós, criadores, façamos, os fãs serão sempre as pessoas mais fortes nessa indústria. Você, leitor e consumidor, é quem faz o sucesso e o fracasso de artistas e personagens.

    Fonte: SPAWN # 1 (março/1996)