segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A Personalidade do Rato

A gente acabou de sair do ano regido pelo Rato, que teve seus momentos e não pode reclamar. Mas o Rato reclama. Não porque seja má pessoa! Pelo contrário, o Rato é uma delícia de pessoa! Bem-humorado, bom parceiro, brincalhão, todos o adoram. Mas quando algo o incomoda, dana a reclamar de tudo e achar defeitos em todos, se tornando um chato!

É um signo para quem o dinheiro brilha. Temos na Astrologia um monte de animais que adoram dinheiro, mas não sabem lidar direito com ele. O Rato não é um deles. Ele adora dinheiro e tem talento tanto pra ganhar quanto para administrar, embora o que ele goste mesmo é de juntar.

Com uma tendência workaholic, ele trabalha desvairadamente para juntar seu dindin. Alguns se tornam avarentos, mas a maioria deles gosta de gastar com as pessoas que lhe são caras. Ele é conhecido como um grande poupador, como o Rato.

Dizem que o coração do Rato não bate, tilinta, mas não é verdade. O coração do Rato não bate pelas moedas, mas pelas pessoas que ele ama. Isso inclui família, amigos e pares românticos. O Rato acredita que precisa tomar conta de todo mundo, e por isso mesmo faz qualquer coisa pelas pessoas que dependem dele. Quem olha de fora pensa que ele é um sovina, mas não é verdade. Bom, é verdade que ele usa as mesmas roupas até elas desintegrarem e mantém uma coleção de quinquilharias que ninguém entende pra que serve, mas ele não é sovina. É criativo. Na verdade, ele ama o passado e manter suas coisas, inclusive suas coleções de lixo, é uma forma de manter o passado sempre vivo.

O Rato é um alquimista, um transformador. Ele pode transformar qualquer coisa inútil em algo produtivo. E por isso junta coisas aparentemente inúteis. Inclusive pessoas...

Eis uma sombra do Rato. Ele ama seus amigos, seus familiares e seu par se o tiver, mas não perdoa quando o assunto é traição. Quando se sente traído, ele se afasta e passa rapidamente a ver a pessoa como uma completa estranha. É uma forma de auto preservação. Uma vez traído, o Rato não pode ser recuperado... Jamais traia um Rato. É um amigo de ouro que poucos merecem.

O Rato é geralmente um líder em seu grupo. Apesar de fofoqueiro, ele não gosta de jogo duplo e prefere a franqueza. Ele mesmo é extremamente franco, um dos mais sinceros do zodíaco. Felizmente, também sabe correr muito, pois essa franqueza pode lhe render alguns socos na cara...

Pra quem vê de longe, ele é um paradoxo. Apesar de ser visto constantemente como um trambiqueiro boa praça, desses que estão sempre dando um jeitinho, poder-se-ia esperar que ele não fosse também muito honesto com as palavras, mas é o oposto. Não suporta a mentira e isso pode despertar sua ira, especialmente contra quem ele mais ama. Seu temperamento impulsivo pode fazê-lo dizer palavras ásperas na hora da raiva, mas sua cólera passa rápido, pois não é rancoroso.

Na saúde, o Rato é robusto e saudável. Não é um fã de academia e não se sai bem em lutas físicas. Brigas com o Rato começam com provocação e terminam com uma carreira. O maior perigo para sua saúde é sua obsessão pelo trabalho. E quando ele fica doente, se torna um rabugento insuportável que reclama de tudo e todos o tempo todo. Há de se ter paciência e lembrar de seus bons momentos para não estrangulá-lo e acabar logo com sua agonia.

O Rato possui uma natural inclinação para a literatura, especialmente para o humor e a sátira. Também aprecia esportes, jogos, música e dança. Suas conversas são bem humoradas e iluminam o ambiente.