domingo, 6 de março de 2011

Surge o Capitão América

Primeiros passos

Jack Kirby não teve um início de carreira dos mais fáceis. Mesmo assim, logo se destacou no mercado de gibis

Por Maurício Muniz


Em 1940, tanto Simon quanto Kirby deixaram o estúdio Fox e começaram a prestar serviços para Martin Goodman, editor de pulps e dono da Timely Comics - que mais tarde mudaria o nome para Marvel Comics. Na época, a 2a. Guerra Mundial já castigava a Europa e os Estados Unidos estavam prestes a unir-se ao confronto. Baseados nisso, Kirby e Simon decidiram criar para a Timely um super-herói patriótico que representasse a luta contra as forças opressoras do Eixo, formado por Alemanha, Japão e Itália. Inspirada no Escudo, outro herói dos quadrinhos na época, a dupla de artistas criou o Capitão América. Na trama da HQ, o jovem e franzino Steve Rogers participa de um experimento científico e ganha um corpo atlético e perfeito. Assim, vira um supersoldado para combater os nazistas. A ideia era muito boa e criava identificação com os leitores normais e franzinos que curtiam quadrinhos.
Empolgado com o personagem - que imaginava poder tornar-se um sucesso tão grande quando o Superman - Martin Goodman fez um acordo inédito com Simon e Kirby, oferecendo aos dois um emprego fixo e mais 15% dos lucros pelas vendas. Dessa forma, em março de 1941, surgiu a revista do Captain America Comics.
Fato raro para a época, o personagem já estreou em sua própria revista, tal era a confiança de Goodman. E ele estava certo: depois de dois números, o título começou a vender cerca de um milhão de exemplares por mês. Com seu traço dinâmico, Jack Kirby tornou-se o desenhista mais imitado pelos jovens artistas norte-americanos.
Kirby e Simon trabalharam em outros títulos da Timely, com All Winners Comics e Young Allies que, muitas vezes trazia também o Capitão América ou outros heróis relacionados, como seu parceiro Bucky. Porém, ao que consta, Goodman não pagou tudo o que prometera em seu acordo e, no início de 1942, após muitas brigas com o editor, a dupla abandonou a Timely e seu personagem patriótico.

Captain America Comics 2


Fonte:
MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 25
JANEIRO/FEVEREIRO 2011
Pág. 25



Veja também:
O NOME QUE VIROU LENDA (STAN LEE)