domingo, 8 de janeiro de 2012

8. Qual foi o diretor que mais acertou a mão na série?


A julgar pelo site Metacritic.com, quem se deu melhor foi o mexicano Alfonso Cuarón, curiosamente, dirigiu apenas um filme da série. Por meio de uma fórmula matemática que considera as notas dadas pelos principais veículos de comunicação, O Prisioneiro de Azkaban, de 2004, foi considerado o melhor Harry Potter das telonas até agora (sem considerar As Relíquias da Morte - Parte 2, que ainda não foi lançado).

O terceiro filme sobre o bruxo chegou a 82 pontos de 100 possíveis, seguido de perto por O Cálice de Fogo, que rerecebeu 81 e foi dirigido por Mike Newell. Na época do lançamento de O Prisioneiro de Azkaban, o jornal americano The New York Times afirmou que se tratava do longa-metragem mais inteligente dos três lançados até então.

A opinião é compartilhada pelo público, que deu 90% ao filme no "tomatômetro" do site Rotten Tomatoes. E uma busca rápida no Google e em fóruns de fãs confirma isso. O Prisioneiro de Azkaban foi o maior sucesso de bilheteria da carreira de Cuarón - e, segundo consta, ele não aceitou o convite logo de cara: pediu para pensar um pouco.

No entanto, logo depois das filmagens, em entrevista ao jornal The Washington Post, o diretor contou que, antes de começar seu trabalho, recebeu um ótimo conselho da autora J.K. Rowling: "Seja fiel ao espírito dos livros, mas não seja literal". Parece que deu certo.

TODOS OS DIRETORES

A Pedra Filosofal - Chris Columbus
A Câmara Secreta - Chris Columbus
O Prisioneiro de Azkaban - Alfonso Cuarón
O Cálice de Fogo - Mike Newell
A Ordem da Fênix - David Yates
O Enigma do Príncipe - David Yates
As Relíquias da Morte Parte 1 - David Yates
As Relíquias da Morte Parte 2 - David Yates

Fonte:
100 RESPOSTAS HARRY POTTER - O GUIA DEFINITIVO
Pág. 9
Editora Abril
Mundo Estranho
Edição 112-A
R$ 9,95