sexta-feira, 10 de julho de 2009

5. PETER PARKER ENTRA NA FACULDADE

O maior diferencial da Marvel em relação às suas concorrentes era o dinamismo. Diferentemente do que ocorria nas revistas da DC e de outras editoras, os personagens Marvel mudavam com frequencia, o que dava um ar de imprevisibilidade para as histórias. Enquanto o Superman dessa época, por exemplo, vivia sempre enrolando a Lois Lane e correndo atrás de notícias para o Planeta Diário, o Homem-Aranha mudou de cenário apenas três anos depois de sua criação. A entrada de Peter Parker na faculdade trouxe uma série de novos e interessantes coadjuvantes para o universo do personagem, como seu grande amigo (e futuro inimigo) Harry Osborn e Gwen Stacy (um dos amores do herói).
De quebra, em Amazing Spider-Man 31 a 33 (1965/1966) é publicada uma das cenas mais heróicas do Aranha, quando ele levanta toneladas de escombros numa luta desesperada pela sobrevivência, dele e de sua tia May, que foi envenenada e dependia de um antídoto.
Essa fase também marca o fim dos grandes trabalhos da duplas Stan Lee e Steve Ditko no universo do Aranha.


Amazing Spider-Man 31


No Brasil: Almanaque do Homem-Aranha 1971 (Ebal), Homem-Aranha 18 a 20 (Ed. Abril, dezembro de 1984 a fevereiro de 1985), Spider-Man Collection 7 e 8 (Ed. Abril, 1997)