terça-feira, 27 de janeiro de 2009

MINHA VIDA
E A DOS OUTROS SÃO
ORIGINALMENTE
UMA SÓ VIDA.


Quando fazemos o bem ao nosso próximo e vemos que ele ficou feliz, sentimo-nos felizes também. É que somos todos irmãos, ramificações de uma mesma Vida, isto é, da Vida de Deus, que flui para dentro de nós e mantém a nossa Vida. Portanto, a alegria de fazer o bem ao próximo é a do reencontro e união das partes que, apenas na aparência, achavam-se separadas.

Do livro A Cartilha da Vida, vol. 2 – Masaharu Taniguchi