domingo, 25 de janeiro de 2009

BEM-VINDO A MARVEL MAX


Sabe aquela sensação de que alguma coisa está faltando? Como se fosse uma voz dizendo, bem baixinho, lá no fundo da sua cabeça, que você deixou alguma ponta solta? Pois é, era isso que vínhamos sentindo desde que assumimos a grata tarefa de publicar o material Marvel no Brasil, em janeiro de 2002. Já naquela época, percebemos que o leitor adulto, disposto a ir além das simples histórias de super-heróis, estava carente de publicações que pudessem suprir suas necessidades de leitura. Esta situação acaba de mudar.

O que você tem nas mãos, caro leitor, é a nossa resposta para essa situação: MARVEL MAX.

A partir de agora, todos os meses, você poderá conferir as melhores, mais arrojadas e inovadoras séries de quadrinhos produzidas pela Marvel na atualidade. Histórias densas, tramas elaboradas, abordagens inusitadas de personagens que um dia você pensou conhecer. Autores consagrados como Brian Michael Bendis, Greg Rucka, Brian Azzarello, Garth Ennis, Doug Moench e muitos outros se juntam a artistas do calibre de Richard Corben, Igor Kordey, Michael Gaydos, Paul Gulacy, Darick Robertson para apresentar uma nova visão do Universo Marvel. Uma visão mais crua, realista, sensual, violenta e, por isso mesmo, fantástica de seus heróis e anti-heróis. Conheça agora um pouco mais sobre as atrações que você está prestes a desfrutar:


– Criada por Brian Michael Bendis – bicampeão do prêmio Eisner na categoria Melhor Escritor, conhecido dos brasileiros por seu trabalho em Demolidor e pela versão Ultimate do Homem-Aranha – e Michael Gaydos, a série enfoca a vida de Jessica Jones, uma ex-super-heroína que pendura o uniforme e passa a ganhar a vida como detetive particular. Alvo de polêmica logo em seu lançamento – quando uma gráfica do Alabama recusou-se a imprimir a revista alegando que se tratava de material “obsceno” – Alias mescla a fantasia dos personagens dotados de poderes sobre-humanos às angústias, inseguranças, alegrias e decepções de uma mulher cativante em busca de seu lugar num mundo que, por vezes, ameaça tragá-la. É impossível não se apaixonar por Jessica Jones.


Criado em 1972, Luke Cage

foi um dos maiores heróis negros da Marvel na década de 70, ao lado do Pantera Negra. Nascido nas ruas do Harlem, ex-membro de gangues, Cage foi preso por um crime que não cometeu. Voluntário para uma experiência cientifica, foi vítima da sabotagem de um carcereiro que o odiava. Como resultado, ganhou superforça e uma pele invulnerável. Já fora da cadeia, passou a oferecer seus serviços por dinheiro, tornando-se um herói de aluguel. Teve uma carreira bastante longa, boa parte dela ao lado de outro herói Marvel, o Punho de Ferro. Conhecido por seu visual bem típico dos anos 70, Luke Cage teve suas aparições mais recentes no Brasil nas páginas da revista Marvel Knights. Reinterpretado pela premiada duplas Brian Azzarello e Richard Corben – os mesmos da aclamada minissérie Banner, publicada em Marvel Apresenta –, Cage ganha novo visual e uma abordagem totalmente inovadora, muito mais próxima da violenta realidade dos bairros mais pobres da maior metrópole norte-americana.


Completando esta edição, Greg Rucka (Batman, Elektra), assina o argumento de Viúva Negra

– uma história de assassinato e espionagem, com arte de Igor Kordey (Teoria da Conspiração, Novos X-Men). A trama começa com a morte de um alto oficial do GRU – Serviço Militar de Inteligência russo – que leva Yelena Belova, a nova Viúva Negra, ao submundo do sadomasoquismo, numa narrativa tensa, envolvente e cheia de sensualidade. Uma história que vai prender sua atenção do início ao fim.

Agora que as apresentações já foram devidamente feitas, só nos resta dar a você passagem para esta nova dimensão dos quadrinhos. Seja bem-vindo ao incrível mundo de MARVEL MAX, uma revista sem concessões.

Fernando Lopes
Editor

Fonte: Marvel Max # 1 (Setembro de 2003)