domingo, 15 de maio de 2011

Dostoiévski

O AUTOR

Fonte da imagem: Té la mà Maria - Reus

Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski - Fiéda, como lhe chamavam - nasceu, em 30 de outubro de 1821, em Moscou. Seu pai era médico no Hospital Marínski para os Pobres, no subúrbio da cidade, e a família, e a família morava em um apartamento cujas janelas davam para o pátio do hospital. Conta-se que seu pai vinha de uma nobre família rural lituana; no entanto, o próprio escritor chegou a dizer que não pertencia à pequena nobreza rural, como anota o crítico Joseph Frank em As sementes da revolta, que é o primeiro dos cinco volumes da biografia sobre o autor russo. Era uma maneira de se diferenciar de seu grande rival literário, Tolstói. Para Dostoiévski, o autor de Anna Kariênina descreveu a vida "tranquila, estável e imutável das famílias dos grandes proprietários dos estratos superiores de Moscou".
Algumas biografias do escritor costumam retratar a vida familiar dos Dostoiévski como infernnal, principalmente por causa da figura austera do pai. Frank coloca em dúvida essa versão, que foi, de certa maneira, divulgada pelo ensaio "Dostoiévski e o parricídio", de Sigmund Freud, um estudo clássico e muito conhecido sobre o autor de Crime e castigo. Segundo o biógrafo, o psicanalista pode ter forçado a mão ao relacionar esse clima à epilepsia, que acompanhou o autor russo desde a juventude, e aos "supostos impulsos parricidas de Dostoiévski": "O artigo de Freud contém algumas observações argutas e penetrantes sobre a personalidade de Dostoiévski, masoquista e dominada pelo sentimento de culpa, mas o caso clínico que ele construiu numa tentativa de explicá-lo em termos psicanalíticos é pura ficção", anota Joseph Frank.

Fonte:
Crime e Castigo - Volume I
Fiódor Dostoiévski
págs. 378 e 379

Clássicos Abril Coleções