sábado, 22 de fevereiro de 2014

MORRE O CRIADOR DO FLASH

Flash Comics (Vol 1) #1
January, 1940

O desenhista Harry Lampert, um dos criadores do Flash, morreu no dia 13 de novembro, aos 88 anos, vítima de um câncer, na cidade de Boca Raton, na Flórida, Estados Unidos.

O homem mais rápido do mundo, criação dele e do roteirista Gardner Fox, surgiu em janeiro de 1940, na revista Flash Comics 1, da DC. Nessa primeira encarnação, o personagem ficou conhecido no Brasil como Joel Ciclone e era o alter ego do cientista Jay Garrick.

Como os fãs sabem, Garrick adquiriu seus poderes ao sofrer um acidente no laboratório e ser exposto a produtos químicos. Anos depois, já na chamada Era de Prata, na década de 50, foi substituído por Barry Allen.

Quando Allen morreu na inesquecível saga Crise nas Infinitas Terras, nos anos 80, seu posto foi ocupado pelo ex-parceiro Wally West, o antigo Kid Flash.

Embora tenha tido uma extensa carreira como desenhista, fazendo charges para publicações conceituadas como Time, Esquire e New York Times, e também se destacado como publicitário, chegando a ganhar o Leão de Ouro em Cannes, Lampert nunca ficou marcado como desenhista do Flash. Na verdade, seu traço foi considerado muito tosco e infantil na época, e ele acabou sendo substituído, após o número 2 de Flash Comics, por Everett Hibbard.

Outra razão por que Lampert não se tornou tão conhecido como seus contemporâneos Bob Kane e Jack Kirby é que seu trabalho foi ofuscado, mais de dez anos depois, pelo traço primoroso de Carmine Infantino, que fixou definitivamente o visual do herói no imaginário infanto-juvenil.

By Marco Moretti

Wizard Brasil #15 - Dezembro de 2004 - Panini Comics