sexta-feira, 19 de agosto de 2011

3. Deu certo a estratégia de dividir o último filme em duas partes?


Muita gente torceu o nariz e disse que se tratava de uma estratégia caça-níqueis quando a notícia da divisão foi divulgada. Mas, no final das contas, os fãs curtiram porque ganharam mais um ano antes de se despedir definitivamente de Harry Potter e seu universo mágico.

Também não dá para esquecer que o livro As Relíquias da Morte é realmente muito longo e condensar toda a história descrita por J.K. Rowling em apenas duas horas de filme seria uma tarefa bastante complicada para o diretor David Yates.

A maioria dos blogs e sites de fãs ainda elogiou a fidelidade à obra original, maior do que a apresentada nos filmes anteriores. Já entre a crítica, a opinião foi diferente. A primeira parte foi considerada pura encheção de linguiça. Os especialistas em cinema acharam que o longa-metragem foi "esticado" para conseguir chegar às duas horas e meia de duração e, por isso, acabou ficando cansativo para o público.

Outras críticas foram a cena em que Voldemort encontra a Varinha Anciã, também chamada de Varinha das Varinhas, marcar o final de As Relíquias da Morte - Parte 1 (para muitos, o impacto foi pouco e deu a impressão de que o filme não teve conclusão) e a participação rápida demais de diversos atores renomados.

Fonte:
100 RESPOSTAS HARRY POTTER - O GUIA DEFINITIVO
Pág. 7
Editora Abril
Mundo Estranho
Edição 112-A
R$ 9,95