segunda-feira, 29 de agosto de 2011

THOR: DESCENDO O MARTELO


Por Maurício Muniz


Outro grande herói da Marvel surgiu no mesmo mês do Homem-Aranha, mas de uma fonte muito diferente dos pulps. Lee já havia criado alguns dos heróis mais fortes dos quadrinhos até aquele momento. Assim, seu maior desafio era tentar fazer o próximo herói da Marvel ainda mais poderoso e impressionante. Ele chegou a considerar um personagem inspirado em Deus, mas sabia que muitos leitores ficariam ofendidos. Foi quando lembrou-se da mitologia nórdica.

O quadrinhista achava que seria essencial que o personagem carregasse um tipo de arma ou objeto que o permitisse voar. Tudo se encaixou quando Lee viu que Thor, o Deus do Trovão, carregava um martelo. A partir daí ficou fácil - para Lee, pelo menos - criar um médico, o deficiente físico Dr. Donald Blake, que numa visita à Noruega encontra um estranho cajado de madeira que, quando batido contra alguma superfície, transformava-se no martelo Mjolnir e a seu usuário em Thor, Deus do Trovão e de madeixas loiras.

Mais difícil para o sobrecarregado Lee foi achar tempo para escrever as histórias do personagem, que estrearam em Journey into Mystery 83, em 1962. Lee criou o mote principal das histórias e deixou o resto para seu irmão, Larry Lieber, e Jack Kirby cuidarem. Outros que passaram pela série foram Joe Sinnott e Don Heck, até que Lee e Kirby estabeleceram-se no título mais tarde para uma fase considerada clássica, que duraria anos.

Journey into Mystery (1952) 83-A
Comic Book by Marvel, Aug 1962

Fonte:
MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 14
JANEIRO/FEVEREIRO 2009

Pág. 28



Veja também:
HOMEM-ARANHA, O HERÓI QUE JÁ NASCEU CANCELADO