domingo, 15 de novembro de 2009

RETIRADA DO ADAMANTIUM

Um dos maiores clichês das histórias em quadrinhos é de que os vilões nunca acabam com os heróis quando tem oportunidade. Magneto é um caso típico: por dominar todos os tipos de metais, sempre teve poder para fazer farelo de Wolverine, que tem um esqueleto de metal. Apesar disso, nunca tomou atitude tão drástica.
Essa situação mudou no arco Atrações Fatais, em especial na edição 25 de X-Men (outubro de 1993) quando, irritado por um ataque de Wolverine, o vilão arrancou o adamantium de seu esqueleto. Perplexos, os X-Men só puderam observar, enquanto viam o metal saindo pelas feridas abertas de Wolverine, até o Professor Xavier invadir a mente de Magneto e o deixar catatônico.
O fator de cura de Wolverine começou a fechar suas feridas, mas o trauma deixado pelo violento ataque quase matou o mutante, que só manteve a sanidade graças à ajuda de Jean Grey. Semanas depois, enquanto treinava da Sala de Perigo, Wolverine ejetou garras de osso, surpreendendo a si próprio. Até então, suas lembranças das garras iniciavam após o implante do adamantium mas, se eram ossos, significa que sempre estiveram ali.


FONTE: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 16 - MAIO/JUNHO DE 2009