domingo, 24 de maio de 2009

Deus também tem
a vista cansada


Estou no porto de Sydney, olhando para bela ponte que une as duas partes da cidade, quando se aproxima um australiano e me pede para ler um anúncio de jornal.
"São letras muito pequenas", diz ele. "Não consigo enxergar".
Eu tento, mas estou sem meus óculos de leitura. Peço desculpas.
"Não tem a menor importância", diz ele. "Quer saber de uma coisa? Eu acho que Deus também tem a vista cansada. Não porque esteja velho, mas porque escolheu assim. Deste modo, quando alguém próximo a Ele faz alguma coisa errada, Ele não consegue ver direito, e termina perdoando a pessoa - temendo ser injusto".
"E quando às coisas boas?". pergunto.
"Bem, Deus nunca esquece os óculos em casa", riu o australiano, afastando-se.


Maktub – Paulo Coelho