domingo, 21 de fevereiro de 2010

Rato

2009 não foi lá um ano maravilhoso, supimpa ou mesmo interessante para o Rato. Teve seus altos, teve seus baixos, mas o que incomodou mesmo o Rato foi a linha constante no meio do caminho.


Os Ratos que seguiram os conselhos dessa mesma revista no ano passado devem ter se saído melhor, mas a maioria não resistiu e seguiu a própria natureza. Com isso, só lhe restou esperar 2010. Eu gostaria de lhe dizer, amigo Rato, que sua espera valeu a pena, que o Ano do Tigre será maravilhoso pra você. Mas vamos encarar a realidade. O Tigre não gosta de você. Por isso, estar sob sua influência não vai ser grande coisa e ainda pode lhe acarretar alguns cabelos brancos. Mas vamos ao primeiro para a parte boa.

A parte boa é que o Tigre pode até não gostar de você, mas ele tem lá os seus motivos. O fato de você fazer troça dele o tempo todo não ajuda no relacionamento. Mas o Tigre não o odeia, o que já é muito bom. Assim, se souber se comportar, este ano não será tão ruim quanto pode ser.

Nos negócios, o Rato enfrentará alguns problemas com pessoas mais sonhadoras do que ele. Ligado ao lado prático e fã de resultados rápidos, o Rato vai se irritar com aquelas pessoas que viajam na maionese na hora de idealizar um projeto, que colocam em suas ideias práticas e diretas um monte de detalhes trabalhosos, que falam muito e fazem pouco. Com a energia do Tigre, muita gente vai estar com essas características aditivadas, tornando a vida do rápido e direto Rato em brigas contantes para tocar um negócio. O Rato pode até se sentir meio louco, vendo que todo mundo parece estar pensando diferente dele. Entenda, Rato, que as pessoas estarão vivendo filmes em 2010. Elas estarão realmente mais sonhadoras, com muitas ideias e planos mirabolantes, mas lembre-se: a maioria delas não conseguirá executar nenhuma dessas ideias, sonhos ou planos sem a ajuda de alguém mais pé no chão. E esse alguém é você. Seu desafio neste ano é saber lidar com essas pessoas, que podem ser sócios, parceiros, chefes ou clientes, sem ser rude ou cruel.

O que nos leva ao quesito de relações sociais. Seu humor, Rato, é brilhante, e sem ele as festas seriam muitos chatas. Todo mundo adora ouvir suas fofocas e sua visão do mundo. Mas você precisa entender que as pessoas estarão mais sensíveis neste ano e uma piada pode acarretar em um problemão daqueles. A ideia não é ficar calado - porque aí não seria você - mas exercitar a diplomacia, a elegância com as palavras e a gentileza. Se souber fazer isso, metade dos seus problemas estarão resolvidos em 2010.

Nas finanças, o Rato poderá se dar muito bem. Como não faz questão de créditos, ele deixará os outros brilharem no palco enquanto se ocupa de administrar o dinheiro, que é o que ele sabe fazer muito bem. Sim, entrará dinheiro, desde que o Rato aprenda a administrar também as pessoas e suas maluquices.

Na família, as pessoas estarão com um pé no drama, no exagero e na carência. Ao mesmo tempo, também estarão muito independentes. Se o Rato aprender a lidar com isso e desenvolver sua noção de timing, tudo bem.

No amor, o Rato pode se dar muito bem. Por ser conversador, vai ter grandes oportunidades de encontrar um amor delicioso neste ano, onde a conversa e o charme estarão andando de mãos dadas. O Rato deve apenas ter cuidado para deixar tudo na relação muito claro, tanto para não se desapontar com o outro, como para não ser desapotado.

Momentos de novelão provavelmente acontecerão, com berros, louças espatifadas e talvez um dos dois berrando em plena madrugada na porta do outro para que devolva o seu chip... Faz parte...