sexta-feira, 3 de abril de 2009

INVASÃO SECRETA

Isso tudo é uma metáfora política para o mundo de hoje?

BENDIS: com certeza é uma metáfora política. Eu prometo que não vamos pegar tão pesado com a situação atual do país, mas definitivamente esse é um dos atrativos. A Marvel precisa desse tipo de história, particularmente, porque é muito próxima do mundo real e ainda assim é um universo de quadrinhos. E quando uma metáfora dessas é percebida de pronto, você sabe que é uma história que vale a pena contar. Ainda sobre o assunto, os EUA definitivamente estão até os joelhos numa guerra que lida com o fato de se devemos ou não estar em um lugar. A América foi fundada graças a uma invasão desse tipo: será que deveríamos ter vindo aqui e feito o que fizemos? Vivemos hoje em um mundo, com toda essa guerra ao terror, onde não confiamos em alguém baseados em seu tipo físico. Agora, quando você entra em um avião e tem alguém com a aparência suspeita, não conseguimos para de vigiá-lo. Você sobe num avião e pensa: “em quem posso confiar aqui?”. Confiamos de acordo com a aparência. Isso é parte de nossas vidas agora, apesar de ser errado, ignorante e ridículo. Não dá pra evitar. Quando se lança uma historia como Invasão Secreta (e ela é sobre “em quem eu confio?”), é uma metáfora. Mas é aí que a metáfora acaba. Não vem sermão nenhum por aí. Eu não dou sermões.