quinta-feira, 22 de setembro de 2011

PRIMEIROS ANOS

Os principais fatos na carreira de um dos heróis de maior sucesso nos quadrinhos

Tales of Suspense (1959) 40-A
Comic Book by Marvel, Apr 1963

Dossiê (ANOS 1960)

O Homem de Ferro recebeu alguns aprimoramentos importantes logo no início de sua carreira

Por Eduardo Marchiori

Troca de armaduras

Desde sua concepção, Stan Lee planejava fazer o Homem de Ferro um personagem suscetível a mudanças. Tanto que o herói não foi lançado em título próprio até que fosse adotado um visual definitivo para sua armadura. A primeira mudança veio logo na segunda história do personagem. Em Tales of Suspense 40, o herói deixou de ser cinzento para ficar dourado. A explicação para a mudança foi que a armadura cinza tinha um impacto negativo nas pessoas, fazendo com que em vez de se sentirem protegidas elas tivessem medo do herói. O dourado foi escolhido por lembrar as armaduras dos cavaleiros medievais. O herói permaneceu com esse visual até a edição 48 (dezembro de 1963), quando adotou a imagem vermelha e dourada que mantém até hoje.

Tales of Suspense (1959) 48-A
Comic Book by Marvel, Dec 1963

Nesta segunda mudança, o vingador Dourado enfrentou o Senhor Boneco, um vilão que criava bonecos de argila, capaz de controlar qualquer um que fosse representado no artefato. Apesar da semelhança com o Mestre dos Bonecos, inimigo do Quarteto Fantástico, tratava-se de outro personagem. Controlado pelo vilão, o Homem de Ferro foi facilmente derrotado e achou que sua armadura era pesada demais e prejudicava seus movimentos. Dessa forma, desenvolveu um traje mais leve e tecnologicamente mais avançado, algo que repetiria diversas vezes ao longo da trajetória do herói, para que sua roupa se mantivesse sempre atual.

Um dos desafios enfrentados pela equipe criativa do Homem de Ferro foi demonstrar as emoções de um personagem que não tinha expressão facial. Nos primeiros números, a solução foi fazer orifícios grandes no capacete do herói para que os leitores pudessem ver os olhos de Stark por baixo do elmo. A técnica deu resultado mas, com o passar do tempo e a troca dos desenhistas, os artistas passaram a fazer inclinações sutis nos olhos e na boca do herói, como se a máscara pudesse franzir as sobrancelhas ou reproduzir o sorriso de Stark.

Tales of Suspense (1959) 55-A
Comic Book by Marvel, Jul 1964

A edição 55 de Tales of Suspense (julho de 1964) trazia uma explicação bem interessante sobre como o empresário conseguia carregar sua armadura completa dentro de uma maleta tão pequena. Como o colete mantinha seu coração funcionando, Stark usava-o por baixo da roupa. Na maleta, ele carregava apenas as luvas, botas e elmo. Além disso, a parte dourada dos braços e pernas era feita de cota de malha - o mesmo material das roupas dos cavaleiros da Idade Média e, por isso, podiam ser facilmente dobradas e acondicionadas na mala. Ligadas às luvas e botas, essas partes eram unidas magneticamente ao colete. O cinto flexível trazia os transistores que forneciam a energia necessária à armadura.
.

FONTE:
MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 22
JULHO/AGOSTO 2010

Pág. 22

Veja também:
HERÓI INVENCÍVEL