domingo, 5 de junho de 2011

Hamlet

ATO I

CENA I

ELSINORE. A PLATAFORMA DO CASTELO.
(Francisco, de guarda, em seu posto. Entra Bernardo.)

BERNARDO

Quem está lá?

FRANCISCO

Responde tu; pra trás e diz quem és.

BERNARDO

Viva o rei!

FRANCISCO

É Bernardo?

BERNARDO

É ele mesmo.

FRANCISCO

Chegas exatamente em tua hora.

BERNARDO

Acaba de soar a meia-noite.
Vai tu pra casa; vai dormir, Francisco.

FRANCISCO

Muito obrigado, porque assim me rendes;
'Stá frio e o coração trago oprimido.

BERNARDO

Foi calma a guarda?

FRANCISCO

Não se ouviu um rato.

BERNARDO

Muito bem. Boa-noite. Se encontrares
O Horácio e o Marcelo, companheiros
Desta noite, eu te peço que os apresses.

FRANCISCO

Creio que os ouço. Em guarda! Quem vem lá?

(Entram Horácio e Marcelo.)

HORÁCIO

Amigos do país.

MARCELO

Fiéis ao rei.

FRANCISCO

Boa-noite.

MARCELO

Até breve, bom soldado.
Quem veio te render?

FRANCISCO

Bernardo fica.
Que tenhas boa noite.
(Sai.)

MARCELO

Olá! Bernardo!

BERNARDO

Quê? Horácio está aqui?

HORÁCIO

Um pouco dele.

BERNARDO

Sejas bem-vindo, Horácio; e tu, Marcelo.

MARCELO

Aquela aparição veio esta noite?

BERNARDO

Eu nada vi.


Fonte da imagem: Té la mà Maria - Reus

Fonte: HAMLET | REI LEAR | MACBETH
Clássicos Abril Coleções - 2010
págs. 33 a 34

Tradução Barbara Heliodora