sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Dossiê fantástico

Os bastidores da criação e curiosidades sobre o Quarteto Fantástico, o primeiro grupo de heróis do Universo Marvel

O nascimento do Quarteto Fantástico em 1961, por mais estranho que possa parecer, deve muito a uma partida de golfe entre profissionais de editoras de quadrinhos. Até então, o gênero dos super-heróis enfrentava a falta de interesse do público, as vendas eram baixas, muitas revistas foram canceladas e todos os editores se concentravam na moda do momento: histórias de suspense e terror.

Justice League of America (1960) 1-A 
Comic Book by DC, Nov 1960

Durante um jogo de golfe entre editores, Jack Liebowitz, o chefão da DC (então conhecida como Nacional Periodics) comemorava o sucesso de uma revista lançada um ano antes, a Liga da Justiça da América, que alcançou ótimas vendas. O fato impressionou Martin Goodman, presidente da Atlas - editora que nos anos 30 se chamava Timely e havia ganho muito dinheiro com super-heróis antes das vendas caírem.

Dona de revistas de guerra, terror, faroeste e romance, a Atlas tinha abandonado seus antigos heróis publicados durante a Segunda Guerra Mundial, como Namor, Capitão América e o Tocha Humana original. Mas Goodman acreditava que outra revista formada por um grupo de heróis poderia competir com a Liga, e encomendou o projeto a melhor dupla criativa de sua editora, Stan Lee e Jack Kirby.

Trabalhando na indústria dos quadrinhos desde 1935, Kirby já era famoso pelas inúmeras histórias que tinha produzido, inclusive o próprio Capitão América, de quem foi co-criador. Mas os tempos eram outros e o desenhista fazia histórias de monstros para pagar as contas. Lee, por outro lado, estava há 22 anos na Atlas, e tinha tentado reviver os heróis da Timely nos anos 50 na revista Young Men, mas o projeto foi cancelado pelo fracasso de vendas.

Lee tinha quase 40 anos e planejava sair do ramo dos quadrinhos para entrar na publicidade, quando rebebeu a encomenda de Goodman. Empolgado com o projeto, começou a discutir com Kirby a produção de um grupo totalmente novo, que misturasse ficção científica, a corrida espacial que os Estados Unidos viviam com a União Soviética, altas doses de caracterização dos personagens, realismo e um pouco de melodrama.

A inspiração veio de um trabalho de Kirby produziu para a DC em 1957, os Desafiadores do Desconhecido. As histórias mostravam como quatro homens, depois de milagrosamente sobreviver a um acidente aéreo, formaram uma equipe de aventureiros para combater criaturas estranhas e vilões futuristas.

Showcase 6-A
Comic Book by DC, Feb 1957

Estava dada a largada para a criação de um grupo que revolucionaria os quadrinhos, tanto como conceito artístico quanto como mercado.

Fonte: MUNDO DOS SUPER-HERÓIS #5
Págs. 16-18