sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Batman abre suas asas

O Homem de Aço era um sucesso estrondoso e Batman não ficava muito atrás. Se mesmo com seu tom soturno e misterioso o Homem-Morcego já atraía as crianças, o público mirim aumentou ainda mais quando, em abril de 1940, a revista Detective Comics 38 trouxe a primeira aparição de Robin, o garoto prodígio. E foi um Batman sorridente, um tanto descaracterizado, que apresentava o jovem de roupas coloridas na capa da edição.

Detective Comics (1937) 38-A
Comic Book by DC, Apr 1940

Se um herói é definido por seus vilões, Batman mostrou que certamente era um dos maiores, já que boa parte de sua marcante galeria de inimigos estreou naquela década. Na primeira edição da revista Batman, em 1940, já surgia aquele que é considerado seu maior inimigo, o palhaço assassino Coringa. Na mesma edição, a Mulher-Gato fez sua primeira aparição. O Pinguim surgiu pouco depois, em dezembro de 1941, na edição 58 de Detective Comics. A edição 66 da revista, de agosto de 1942, trouxe o Duas-Caras.

Batman (1940) 1-A
Comic Book by DC, Apr 1940

Detective Comics (1937) 58-A
Comic Book by DC, Dec 1941

Detective Comics (1937) 66-A
Comic Book by DC, Aug 1942

O herói também chegou às tiras de jornais em 1943, dividindo a página com outros personagens, entre eles Superman. Na verdade, Batman também já dividia uma revista com o Homem de Aço desde 1941. World's Finest Comics, uma publicação de 96 páginas, trazia histórias de vários personagens da DC, mas as HQs principais eram sempre de Superman e Batman, que figuravam em todas as capas, mas não encontravam um ao outro nas páginas internas.

World's Finest Comics 3-A
Comic Book by DC, Sep 1941

Os heróis só viriam a aparecer juntos nas histórias da revista a partir de 1954.

Em 1943, o herói também teve a distinção de tornar-se o primeiro personagem da DC a ganhar um seriado para cinema, The Batman. O Homem-Morcego e seu parceiro voltaram às telas mais uma vez em 1949, com o seriado Batman and Robin.

Mundo dos Super-Heróis 23
Editora Europa
setembro/outubro 2010
pág. 17