sexta-feira, 6 de abril de 2012

Dossiê VINGADORES - Anos 90

Avengers (1963) 313-A
Comic Book by Marvel, Jan 1990

Mais do que nunca, eles estão em alta e fazem jus ao título de "Heróis mais poderosos da Terra". Conheça diversas curiosidades e as principais mudanças ocorridas nos Vingadores ao longo de quatro décadas

Dossiê VINGADORES - Anos 90

Tempo de
mudanças

Os anos 90 trouxeram diversas mudanças para os maiores heróis da Terra: novos membros, dissidências, morte e renascimento

Por Claudio Murena

Os Vingadores terminavam sua participação na maxissérie Atos de Vingança (quando os vilões da editora se uniram e inverteram os papéis, enfrentando heróis que não estavam acostumados com seus poderes e táticas) no início dos anos 90, época em que a equipe enfrentou um momento de relativo marasmo, apesar da criação de novos personagens, como o Rage e Quasar, e a inclusão de personagens como o ex-vilão Homem-Areia.

Avengers (1963) 319-A
Comic Book by Marvel, Jul 1990

Os primeiros anos da década contaram com o trabalho de uma série de artistas, incluindo nomes como John Byrne, Larry Hama, Scott Lobdell, Fabian Nicieza e David Micheline nos textos e Paul Ryan, Tom Palmer, Paul Abrams, Kirk Jarvisen, Kevin West, Andy Kubert e Jard Duursema nos desenhos, mas a principal dupla de criação da equipe nesta época foi composta pelo escritor Bob Harras e pelo desenhista Steven Epting, que trabalharam juntos da edição 334 a 375 de Avengers. A principal história da dupla foi a saga Operação Tempestade Galáctica, uma guerra entre os Krees e Shiars que envolveu a Terra e seus maiores heróis em uma trama que acabou com a ruptura e reformulação da equipe, com a saída temporária de alguns de seus principais membros, como Capitão América e Homem de Ferro. Nesta época fizeram parte da equipe: Cavaleiro Negro, Sersi, Mercúrio, Cristalys, Hércules, Visão e Viúva Negra como líder. Outro momento importante foi a dissolução dos Vingadores da Costa Oeste em votação decidida pelo parecer final do Homem de Ferro, que em seguida entregou seu cartão de membro e fundou o grupo chamado Força Tarefa junto dos antigos membros do oeste, como Feiticeira Escarlate, Mulher-Aranha II (Júlia Carpenter), Agente Americano e Magnum.


Avengers (1963) 334-A
Comic Book by Marvel, Jul 1991

Avengers (1963) 375-A 
Comic Book by Marvel, Jun 1994

Com a saída de Epting do título, o astro brasileiro Mike Deodato Jr. assumiu a arte do título na edição 380, mas nem seu traço - na época bastante irregular devido ao excesso de trabalho para Marvel (Thor), DC (Mulher-Maravilha) e Image (Glory) - ajudou a alavancar as vendas do título. Essa fase marcada com a saga The Crossing, que se espalhou pelos títulos Iron Man, War Machine, Avengers e Force Works durante cinco meses (de outubro de 1995 a fevereiro de 1996), e mostrou uma batalha entre os Vingadores e Kang, o conquistador. O vilão ressurgiu após a equipe descobrir que havia sido traída por um dos seus fundadores, o Homem de Ferro, que matou diversos personagens e feriu gravemente a Vespa e uma versão adolescente de si mesmo (retirado do passado pelos heróis para que derrotasse sua versão futura) antes de se redimir e morrer ao destruir o equipamento que seria usado para transportar Kang e seus aliados pelo tempo.

Avengers (1963) 380-A
Comic Book by Marvel, Nov 1994

Avengers (1963) 391-A
Comic Book by Marvel, Oct 1995

Essa série foi duramente criticada pelos leitores, e as novas versões do Homem de Ferro adolescente e da Vespa, agora um híbrido entre humana e inseto, duraram poucos meses até que a equipe pulasse para outra reformulação.

Avengers (1963) 394-A
Comic Book by Marvel, Jan 1996

Iron Man (1968) 326-A
Comic Book by Marvel, Mar 1996

As grandes estrelas da editora no período eram os X-Men e, como não poderia deixar de ser, a história que mudou os rumos dos Vingadores contava com os mutantes como foco principal: na minissérie Massacre, um ser que reunia todas as frustrações de Charles Xavier e as tendências violentas de Magneto atacou os maiores heróis da editora, sendo derrotado apenas com a união das equipes X com o Quarteto Fantástico, Vingadores e Hulk, que aparentemente morreram em combate. Essa perda possibilitou o surgimento de novos personagens como os Thunderbolts - equipe que assumiu o lugar dos Vingadores como principal equipe não-mutante do planeta, e que passou a ocupar o Four Freedoms Plaza, sede do Quarteto Fantástico. Descobriu-se posteriormente que essa equipe era formada por antigos vilões disfarçados, incluindo antigos membros dos Mestres do Terror, agora conhecidos como Soprano (Colombina), Mach IV (Besouro), Atlas (Golias) e Meteorita (Rocha Lunar), comandados pelo Barão Zemo, antigo vilão do Capitão América. Essa equipe acabou derrotada quando parte dos vilões se regeneraram e uniram-se aos outros heróis para enfrentar seus antigos companheiros.

Onslaught: Marvel Universe
Comic Book by Marvel, Oct 1996

Thunderbolts 0-A 
Comic Book by Marvel, Jan 1997


Heróis Renascem

Os anos 90 viam a ascendência de artista como Jim Lee, Erik Larsen, Rob Liefeld e Todd MacFarlane que, após tornarem títulos como Homem-Aranha e X-Men sucessos de vendas, montaram uma nova editora para competir com a Marvel e a DC: era o nascimento da Image Comics. Com a saída de seus principais talentos, a Marvel viu-se em uma situação delicada tanto na parte artística quanto financeira, chegando a decretar falência em 1997. Era hora de trazer de volta alguns dos seus maiores vendedores, e a Marvel fez isso quando recontratou Jim Lee e Rob Liefeld para assumir quatro dos principais títulos da editora após a saga Massacre; com Lee ficaram Homem de Ferro e Quarteto Fantástico, e para Liefeld coube reestruturar os títulos Capitão América e Vingadores.

Avengers (1996) 1-A
Comic Book by Marvel, Nov 1996


Iron Man (1996) 6-A 
Comic Book by Marvel, Apr 1997


Captain America (1996) 6-A 
Comic Book by Marvel, Apr 1997


Fantastic Four (1996) 3-A 
Comic Book by Marvel, Jan 1997

Após os eventos do Massacre, começa a série Heróis Renascem, quando os personagens que aparentemente haviam morrido na verdade foram transportados pela mente de Franklin Richards (filho de Reed e Sue Richards, do Quarteto Fantástico) para a realidade alternativa, na qual recomeçaram suas vidas, sem qualquer lembranças passadas. Essa estratégia visava aproximar os novos leitores destes personagens clássicos reformulando-os de acordo com as tendências da época, o que acabou se tornando mais uma tentativa sem sucesso que gerou verdadeiro ódio entre os leitores antigos, que boicotaram os lançamentos.

Avengers (1996) 6-A
Comic Book by Marvel, Apr 1997

Apesar de ter feito muito sucesso em títulos como Novos Mutantes e X-Force, Liefeld já não contava com a simpatia dos leitores e seu polêmico trabalho como co-roteirista e desenhista não durou nem as 12 edições previstas no contrato. Logo deixou os desenhos nas mãos de jovens artistas como Chap Yaep, Ian Churchil, Michael Ryan e Anthony Winn, e nos textos contou com a colaboração de Jim Valentino e Jeph Loeb até deixar totalmente o projeto, sendo substituído por Walt Simonson na edição 8 da publicação. Após a edição 12 das quatro revistas do projeto Heróis Renascem, a minissérie HERÓIS RENASCEM: O RETORNO trouxe todos os heróis de volta ao universo Marvel original, retomando de onde haviam parado, mas, desconsiderando todos os eventos da série The Crossing, incluindo a morte de Tony Stark, o que só foi explicado três anos depois em uma história curta publicada em Avengers Annual 2001.

Avengers (1996) 8-A
Comic Book by Marvel, Jun 1997

Heroes Reborn: The Return 4-B 
Comic Book by Marvel, Dec 1997

Avengers Annual 2001-A
Comic Book by Marvel, Jan 2001

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS - 7
págs. 26-27

novembro/dezembro de 2007
EDITORA EUROPA