domingo, 19 de outubro de 2014

OLHAR DE POETA



(Het Lannes®)

" ...Rosas que falam, luares enamorados,
sóis ardendo em chama de amor ardente.
Indecente noite estrelada, alma em fogo,
à espera de um olhar que traga vida
aos encantos e sabores de tantos amores.

Olhar de poeta, onde luzes e cores
vibram ao som da mais deliciosa melodia,
noite e dia, tardinha e madrugada fria.
Que olhar é esse que vê vultos em palavras,
arco-íris imaginário, aquarela em relva
úmida pelo orvalho convidando a sonhar?

Olhar de poeta, diferente, envolvente,
ora adocicado, ora desiludido com dores de amar demais.
Olhar de poeta, triste, pensativo, misturado ao som
das ondas quebrando delicadamente na areia.
Olhar de criança, onde cores e luzes são
peças únicas capazes de transformar formas
abstratas em letras pintadas com a alma..."

26112007TA