terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sonho de virar desenhista

Primeiros passos

Jack Kirby não teve um início de carreira dos mais fáceis. Mesmo assim, logo se destacou no mercado de gibis

Por Maurício Muniz


Filho de um casal de imigrantes judeus vindos da Áustria, o menino Jacob Kurtzberg (nome real de Kirby) nasceu em 28 de agosto de 1917 em Nova York. Durante a infância e adolescência, Jacob morou no baixo East Side, um bairro pobre e barra-pesada.
Para escapar da dura realidade à sua volta e das constantes brigas com gangues da região - que, anos mais tarde, inspirariam as cenas de ação que criou para o Capitão América e tantas outras HQs -, o garoto passou a se interessar por algumas das fontes de diversão mais baratas da época: os pulps e as tiras de jornais com quadrinhos.
Como sempre gostou de desenhar, Jacob passou a copiar trabalhos de seus ídolos Alex Raymond (Flash Gordon), Hal Foster (Príncipe Valente) e Milton Canniff (Terry e os Piratas). Em 1932, entrou para um clube de jovens e começou a desenhar uma série em quadrinhos chamada Kurtzberg Konceptions, publicada no jornal mimeografado da entidade. Com o tempo, seu trabalho alcançou um nível quase profissional e o rapaz achou que era a hora de procurar emprego como desenhista.

Jack Kirby


Fonte: Mundo dos Super-Heróis - Número 25 - Janeiro/fevereiro de 2011
pág. 24