quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Velocidade Máxima

Speed Racer é um dos desenhos animados mais queridos da cultura pop. Agora o jovem aventureiro chega ao cinema

Por Fransérgio Rodrigues e Osvaldo Ruy Jr.


Ele ganhou fama na TV mas sua origem remete aos quadrinhos. A estréia de Speed Racer data de 1966, quando o quadrinista japonês Tatsuo Yoshida lançou seu mangá Mach Go Go Go pela editora Sun Publishing, com as aventuras de Go Mifume, um jovem piloto que participava de corridas em seu fantástico Mach Go, um carro cheio de inovações.
A produção dessas HQs ficou sob responsabilidade da Tatsunoko, empresa dirigida por Yoshida e seus dois irmãos Kenji e Ippei.
Conforme a revista crescia em popularidade, Tatsuo Yoshida decidiu investir numa série de animes com seus personagens. O plano tornou-se realidade bem rapidamente: já em 2 de abril de 1967 estreou na TV Fuji o primeiro episódio de Mach Go Go Go, exibido semanalmente até 31 de março de 1968. No total, essa primeira temporada do personagem contou com 52 episódios, divididos geralmente em duas partes cada.
Foi grande o sucesso do desenho no Japão, o que despertou interesse da empresa Trans-Lux Television Presents, que comprou os direitos de exibição do anime e o adaptou para o mercado americano. Daí surgiram algumas mudanças na história: o herói ganhou mais ênfase do que o carro e os nomes ficaram com características ocidentais. Assim, Go Mifune passou a se chamar Speed Racer e seu carro Mach Go foi rebatizado como Mach 5. Para solucionar o problema da letra G - inicial estampada na camisa e que remetia ao título japonês - surgiu a idéia de nomear a equipe do corredor de "Go".
O primeiro episódio da versão americana já mostrava o conceito da animação: havia muita ação, batidas de carro, quedas em desfiladeiros e explosões. Em pouco tempo, Speed Racer se tornou um sucesso também na América.

FONTE:
MUNDO DOS SUPER-HERÓIS # 10
MAIO/JUNHO de 2008

Págs. 73 e 74