sexta-feira, 26 de outubro de 2012

GÊNIO INDOMADO

Talentoso e briguento, John Byrne foi um dos maiores astros dos quadrinhos nos anos 70 e 80

Por Maurício Muniz

No começo dos anos 60, quando morava com seus pais no Canadá, John Byrne descobriu nas bancas as primeiras revistas do Quarteto Fantástico. Impressionado com a energia e modernidade do gibi, principalmente no traço de Jack Kirby, Byrne decidiu ali que gostaria de trabalhar com quadrinhos. Em 1970, essa paixão levou o rapaz de 20 anos a se matricular na Alberta College of Art e Design, na cidade canadense de Calgary. Mesmo sem completar a faculdade, foi lá que Byrne produziu um de seus primeiros trabalhos em quadrinhos, a tira humorística Gay Guy, para o jornal da instituição. A partir daí, o desenhista entrou lentamente no mercado de quadrinhos norte-americano, primeiro com vários trabalhos menores, até começar a ser notado pela Marvel. Era o começo de uma carreira ímpar nos comics de super-heróis. Acompanhe seus principais feitos.

Por Maurício Muniz

MUNDO DOS SUPER-HERÓIS #7 - Novembro/Dezembro de 2007 - Editora Europa.